:. Cadastro de Noticias

 

Unidade e mobilização para
exigir acordo coletivo na FTL
sem imagem

Os trabalhadores na Ferrovia Transnordestina Logística (FTL) vivem um momento de grande insatisfação e de prejuízo com a postura da empresa de deixar completamente represado o processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2021.

Desde fevereiro deste ano que a categoria aguarda um posicionamento de diálogo da empresa, diante da pronta rejeição à escandalosa proposta que nos foi feita de “reajuste zero” nos salários.

Naquele momento conseguimos da empresa a garantia da data-base em 1º de maio, para que as negociações pudessem fluir e tivéssemos o impacto dos reajustes retroativos.

Em processo de unidade para as negociações, STEFEM, o Sindicato dos Ferroviários do Ceará e Sindicato dos Ferroviários do Nordeste encaminhamos ofício à direção da FLT cobrando um posicionamento para reabrirmos o diálogo e chegarmos ao entendimento do Acordo Coletivo.

Não podemos admitir que os trabalhadores, em um momento de pandemia, que exige gastos mais elevados, e diante de um processo crescente de inflação, convivam com os salários em grande defasagem no seu poder de compra.

Esperamos a sensibilidade da empresa e a continuidade das negociações e evitemos a necessidade de uma intermediação do MPT ou da Superintendência Regional do Trabalho, para seguirmos numa negociação responsável e que garanta as condições necessárias para o exercício profissional.

Os três sindicatos, ao mesmo tempo em que buscam a reabertura do diálogo e uma negociação transparente, vamos intensificar a mobilização dos trabalhadores para defendermos nossos direitos coletivos.

 

          

[+] Veja mais noticias              Voltar para página inicial