:. Cadastro de Noticias

 

Negociações
PROPOSTA DA FTL É REJEITADA NA PRÓPRIA MESA PELO SINDICATO
sem imagem

Em reunião realizada hoje com a FTL, O STEFEM, além dos sindicatos que representam trabalhadores no Ceará e Pernambuco, recusamos na própria mesa contraproposta apresentada pela empresa para o Acordo Coletivo de Trabalho 2021.

A empresa apresentou a seguinte proposta

1) reajuste salarial de 7,59% para trabalhadores que ganham salários até R$ 3.000,00, e nenhum reajuste para salários acima deste valor;

2) Reajuste de R$ 59,00 das diárias rotineiras para quem ganha salários até R$ 3.000,00;

3) Bônus de duas parcelas de R$ 250,00 no tíquete alimentação;

4) Para quem ganha acima de R$ 3.000,00 a empresa não quer reajustar os salários e compensar o não-reajuste com um bônus de 8 parcelas de R$ 250,00 no tíquete alimentação, além de R$ 59,00 de diárias.

Contestamos a empresa, que passou dez dias para apresentar ata e por ter distorcido propostas feitas pelos sindicatos na reunião anterior.

Lembramos à empresa que ela vem batendo todos os recordes em seus resultados operacionais e financeiros, mesmo diante de uma pandemia, e não aceitamos arrocho sobre os trabalhadores, sobretudo neste momento em que a inflação volta com força, comendo nossa capacidade de ter produtos básicos e alimentação essencial para nossas famílias, com desesperadores aumentos de preço de combustíveis, que puxa a elevação inflacionária em todo o mercado.

Reforçamos à empresa uma proposta para que, a partir de maio, tenhamos reajuste de 7,59% nos salários e no tíquete alimentação, além de R$ 59,00 nas diárias para todos que ganham salários até R$ 5.000,00.

Para salários acima deste valor, reivindicamos o reajuste salarial de 7,59% a partir de setembro/2021, e os mesmos reajustes acima para as diárias (R$59,00) e tíquete alimentação (7,59%) a partir de maio/2021.

A empresa está agendando nova reunião de negociações para o dia 3 de setembro, quando esperamos que faça justiça nos reajustes, sem arrochar os salários de nenhum companheiro.

          

[+] Veja mais noticias              Voltar para página inicial