:. Cadastro de Noticias

 

Acordo de turno
Turno de 12 horas na oficina, discussão sem nenhuma proposta
sem imagem

Os trabalhadores discutem desde 2008 a possibilidade de adoção do turno de 12 horas. Todos sabem que o Sindicato sempre se posicionou contrário a este turno extenuante. Entendemos que uma jornada acima de 8 horas é desumana, pois o extremo de concentração exigido e o cansaço colocam os trabalhadores sob risco de acidentes de trabalho, sendo prejudicial à saúde.

A classe trabalhadora sempre lutou contra jornadas escandalosas, muito ao gosto dos patrões para a aumentar a produção com um trabalho digno de uma verdadeira escravidão. Sempre afirmamos que o interesse por esse turno não era só dos trabalhadores, mas muito mais da empresa.

No ano passado, colocamos “os pés na parede”, e dissemos que só chamaríamos os trabalhadores do porto em assembleia se a Vale apresentasse ao sindicato uma proposta que trouxesse um ganho para os trabalhadores, pois a proposta sem adicional, já havia sido colocada para apreciação da categoria ligada ao porto e rejeitada por mais de 60% dos companheiros.

Mais uma vez a Vale quer a mesma coisa, que chamemos os trabalhadores para decidirem as 12 horas sem sabermos como esta “prisão no trabalho” irá funcionar. E adota o mesmo esquema de alimentar os trabalhadores, para que pressionem o sindicato, pois uma jornada desta não é possível sem a assinatura de um acordo.

Já deixamos claro que não fugiremos às nossas obrigações, de levar reivindicações dos trabalhadores para a Vale, como apresentar aos companheiros as respostas e propostas da empresa, para que sejam discutidas e deliberadas com consciência e total compreensão dos impactos, sejam favoráveis ou prejudiciais.

Esperamos que a empresa apresente concretamente uma proposta que possa ser discutida, para que não fiquemos no escuro, abordando o que não vemos.

          

[+] Veja mais noticias              Voltar para página inicial